Renato Augusto acusa irmã de Léo Moura por furto e estelionato

O meia Renato Augusto que atualmente está no futebol chinês e vem sendo presença constante na seleção brasileira, prestou notícia-crime na polícia contra Lívia da Silva Moura, irmã do lateral Léo Moura do Grêmio. Nela, Lívia é acusada de furto e estelionato. Os dois jogadores são amigos há mais de 12 anos.

Ela foi contratada para organizar a festa de um ano de casamento de Renato Augusto e a esposa Fernanda Klarner em dezembro do ano passado. Segundo, o atleta, Lívia pediu R$ 160mil de forma excedente para pagar o cachê dos cantores Péricles, Thiaguinho, Rodriguinho, Belo e MC Marcinho. Entretanto, os cantores alegaram que não receberam parte do dinheiro. Inclusive, Péricles não foi à festa por falta do pagamento.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Para não ficar devendo os artistas, o meia decidiu pagar o que eles alegaram não receber. Até o cantor Péricles que não se apresentou recebeu uma quantia de R$ 40 mil.

LEIA TAMBÉM

• Homens fingem ser gerentes de bancos e aplicam golpes no interior de Goiás• ‘Robô do PIX’: jovem é investigado por golpes em Cidade Ocidental• Esquadrão Vilanovense: membro é preso por aplicar golpe contra colegas de torcida

Além do suposto desvio de dinheiro, Renato Augusto acusou que duas folhas do talão de cheque foram furtadas. O prejuízo total está calculado em R$ 200mil. Os familiares e representantes do jogador estão investigando se os fornecedores de produtos e serviços da última festa e os outros contratos já feitos com Lívia no passado, também sofreram algum desvio de dinheiro.

O advogado e representante do atleta, Ricardo Braga, propôs que Lívia Moura assinasse uma confissão de dívida para encerrar o caso. Porém, ela não atendeu o pedido. Dessa forma, Renato se viu obrigado a fazer a denúncia na polícia.

Tags: