Vídeo: Três homens são presos por suspeita de matar travesti, em Goiânia

Grupo foi encontrado pela Rotam, no Setor Rodoviário, na Capital. Eles também devem responder por tráfico de drogas

Três homens foram presos nesta quinta-feira (12), por suspeita de matar uma travesti com o nome de registro de Caetano Messias, de 24 anos. O crime ocorreu no dia 22 de abril, no setor Vila Aurora, em Goiânia. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem que aparece nas imagens de uma câmera de segurança que registrou o assassinato, é Yuri, de 24 anos.

Os outros criminosos foram identificados como Danilo, de 23 anos, e Wender, de 40 anos. Além do homicídio, eles devem responder por tráfico de drogas.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Abordagem

De acordo com o Tenente da Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam), Alves, os criminosos foram presos no setor Rodoviário, em Goiânia, por volta das 2 horas da manhã. A princípio, os policiais foram até o local para desarticular um ponto de drogas, mas ao chegar até o local encontraram o trio.

LEIA TAMBÉM

• Idoso é preso suspeito de transportar cocaína para outros países a mando de empresários de goianos• Mulher coloca fogo em namorado de filha: ‘não estou satisfeita com o resultado’• Roubo a banco termina com cinco criminosos mortos, em Itapirapuã

“Quando a gente chegou ao local, o Yuri tentou se desfazer da arma, jogando ela debaixo do balcão. Com isso, a equipe percebeu e resolveu verificar. A arma que ele portava era uma calibre 765, é um calibre diferente, então, não é muito usual. Então a gente se recordou do homicídio”, relatou o tenente.

Ainda de acordo com Alves, durante a abordagem Yuri acabou confessando o crime. E alegou que a vítima devia drogas. Em 2021, ele já havia tentado executar a travesti, porém apenas neste ano, o crime foi bem sucedido.

Carro usado no dia do crime é flagrado por câmera de segurança. (Foto: Divulgação PM)

Além da arma, com Yuri os policiais encontraram o carro modelo VW/Gol, que supostamente teria sido usado no dia do homicídio e 50 comprimidos de Ecstasy. Na residência de um dos outros criminosos, os militares apreenderam quase 25 litros de lança perfume armazenado em um galão.

Arma, e drogas apreendidas com os suspeitos de matar a travesti. (Foto: Divulgação PM)

Conforme a polícia, as fichas criminais do trio são extensas. Entre os crimes estão: Homicídio, tráfico de drogas, receptação, roubo e porte ilegal de arma de fogo.

Se condenados, eles podem responder por homicídio qualificado e tráfico de drogas, podendo pegar até 35 anos de reclusão.

Relembre o caso:

A travesti com o nome de registro de Caetano Messias, de 24 anos, foi morta a tiros enquanto caminhava com uma mala no setor Vila Aurora, em Goiânia. O assassinato foi flagrado por uma câmera de segurança que registraram o momento em que Yuri se aproxima da vítima, que estava levando uma mala com roupas. Ao avistar o suspeito, a vítima tentou correr, mas foi alvejada com vários disparos e acabou morrendo no local.

Moradora de Goiânia, a travesti possuía antecedentes criminais e já foi alvo de uma tentativa de homicídio em janeiro do ano passado. Segundo o delegado Carlos Alfama, o modo como os suspeitos tentaram matar a vítima na primeira tentativa de homicídio foi parecido com a ação registrada no dia 22 de abril.

Conforme o investigador, os suspeitos dispararam ao menos dez vezes contra a vítima que correu na direção oposta ao criminosos e recebeu vários tiros pelas costas. Na ocasião, testemunhas e familiares da vítima foram ouvidas pela Polícia Civil (PC).

Vídeo:

Tags: