Home»Blogs & Colunas»Radar: Pisando em ovos

Radar: Pisando em ovos

0
Shares
Pinterest Google+

A política está longe de ser uma ciência exata, do tipo dois mais dois são quatro. O deputado João Campos trocou o PSDB pelo PRB, alegando falta de espaço na legenda tucana. Agora vive o dilema de ser evangélico da Assembleia de Deus e estar num partido próximo à Igreja Universal do Reino de Deus.

Camisa-de-força
Campos vai dizer que sua atuação política não tem nada a ver com a fé religiosa. Mas, pelo menos da IURD, as coisas não são bem assim.


Ainda é cedo

Líderes do PSD minimizam as declarações do governador Marconi Perillo, no fim se semana, que sinalizou para quase montagem final da chapa de 2018. “Muita água vai rolar por debaixo da ponte”, diz um deles.

Defesa de Goiânia
Na reunião com Iris Rezende ontem, as bancadas federal e estadual do PMDB assumiram compromisso de defender matérias de interesses de Goiânia.

Promessa a Iris
Daniel Vilela assumiu ontem a tarefa de acompanhar, junto ao Governo Federal, matérias de interesse de Goiânia.

Voto contra
No encontro com Iris, o PMDB tirou posição contrária às alterações na Região Metropolitana de Goiânia.

Receita do PMDB
Os peemedebistas querem que o dinheiro da Celg seja distribuído proporcionalmente à população de cada município.

“Estou fora”
Iris disse na reunião que apoia o candidato a governador do partido e defendeu a unidade da oposição.

Fatos lamentáveis
O governador Marconi Perillo condenou ontem, em nota, a conduta de frigoríficos e agentes públicos suspeitos de cometerem irregularidades no manejo de carnes bovinas, suínas e de frango no País, como apontou investigação da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

Punição rigorosa

Para o governador, responsáveis por cometer fraudes e vender alimentos em condições inadequadas para consumo devem ser “rigorosa e exemplarmente punidos”.

“Falo por mim”

Jovair Arantes (PTB-GO), em declaração ontem ao G1, confirmou ter indicado o superintendente do Ministério da Agricultura em Goiás, Julio Cesar Carneiro, que foi exonerado por suspeita de envolvimento nas irregularidades da Operação Carne Fraca. “Não respondo pelo outros. Como não autorizo ninguém a responder por mim”, disse Jovair.

Sob condições
Em Aparecida de Goiânia, o secretário de Municipal Desenvolvimento Econômico, Ozair José, trabalha para, em caso de filiação ao PMDB, ser o único candidato a deputado estadual do partido no município.

Movimentando
Mas outro secretário, Ezízio Barbosa (PMDB), está todo serelepe para disputar cadeira na Assembleia Legislativa e por areia no projeto de Ozair.


Dúvida atroz

Qual é o melhor para Wilder Morais: Ser suplente de Marconi Perillo ou enfrentar a dureza de uma eleição para senador?

Frase do dia
“Para mudar o País é preciso que a sociedade se empenhe nessa mudança”. (Cármen Lúcia, presidente do STF)

Áreas estratégicas

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), argumenta que tem trabalhado para reduzir as despesas da máquina municipal, mas tem priorizado áreas estratégicas como Saúde e Educação.


O bicho está pegando

Além da União Europeia a China também sinalizou que vai suspender temporariamente importação de carne das unidades investigadas no Brasil.


Complicou geral

A Comissão Europeia para assuntos de Saúde está recomendando aos 28 governos europeus que sejam “extra-vigilantes” com todo o carregamento de carnes do Brasil e que “aumentem os controles nas fronteiras.”

Então, ta!

Nota do Twitter oficial do Palácio do Planalto: “Não tomamos medidas populistas, tomamos medidas populares”.

Suave
Longe do tititi político, Vilmar Rocha (PSD) cumpria ontem agenda administrativa em São Paulo.

É de rir
Segundo o Palácio do Planalto, “das 184 mil partidas de carne in natura, apenas 184 receberam alguma observação burocrática.”


Semana da água

O vereador Gustavo Cruvinel realiza, dia 22, às 16h30, no Parque Cascavel, audiência pública sobre a preservação da água.


Risco iminente

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, alerta para o crescimento da presença do crime organizado nas eleições. Gilmar (foto) lembra que nas eleições passadas, houve um movimento de facções criminosas em várias cidades para tentar eleger vereadores e até prefeitos.