Jovem é internado após queda de elevador em Buenos Aires

Mãe do rapaz, que mora em Goiânia, viajou até a capital da Argentina para acompanhar o tratamento do filho

Em Buenos Aires, na Argentina, o jovem Bruno Renan Batista Schimidt, de 29 anos, sofreu uma queda de elevador. Após o acidente, ele foi internado e está em coma induzido, com inchaço no cérebro. A sua mãe, Waldyluce Batista da Silva, que mora em Goiânia, viajou para a capital do país vizinho, a fim de acompanhar o tratamento do filho.

A queda de elevador

No dia 8 de julho, Bruno estava subindo de elevador durante o seu expediente, pois trabalha como pintor de casas em Buenos Aires. De repente, o elevador apresentou uma falha mecânica e despencou do quarto andar. Além de Bruno, duas outras pessoas se feriram no acidente.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Em entrevista ao g1, Waldyluce explicou que o filho sofreu um traumatismo craniano e está em coma induzido. Ele também quebrou uma vértebra e ficou com lesão no pulmão. Apesar de estar com o quadro de saúde estável, o inchaço no cérebro é preocupante.

LEIA TAMBÉM

• Motorista de caminhão-guincho morre após veículo cair de ponte, em Cezarina• Depois de sofrer grave acidente, atriz Anne Heche está em estado crítico• Após morte de adolescente, Bruno Krupp recebe mais de 40 acusações de estupro

Em Buenos Aires após sair de Goiânia para acompanhar o tratamento do filho, Waldyluce e família fizeram uma campanha de arrecadação de dinheiro para a mulher se manter na capital argentina. Além disso, os fundos iriam para o processo de tratamento do jovem, cuja queda de elevador exigirá um trabalho de recuperação.

Tags: